link da rádio online
«
»
Logo
Publicado em 10/09/2018 às 08h09min | Autor: REDAÇÃO: MEDEIROS DIA DIA

Taxista de Medeiros Neto continua preso no ES; veja detalhes dos depoimentos

O Medeiros Dia Dia teve acesso com exclusividade aos depoimentos dos envolvidos na ação
compartilha nas redes sociais:

Na noite do último sábado, dia 1º de setembro, um taxista de Medeiros Neto foi preso por policiais militares na entrada da cidade de São Gabriel da Palha, no Espírito Santo. José Alves “Zé Gato” Viana Filho, 58 anos, estava com um menor de idade, sendo encontrada no carro uma sacola com drogas e uma relevante quantia em dinheiro. O Medeiros Dia Dia teve acesso com exclusividade aos depoimentos dos envolvidos na ação. Alguns equívocos da matéria original, veiculada por um site capixaba, puderam ser esclarecidos.

Imagem meramente ilustrativa

Conforme depoimento dos soldados, a guarnição estava em patrulhamento quando perceberam o táxi. Eles avistaram o adolescente no interior do carro, chamando a atenção pelo seu nervosismo. Na abordagem, fizeram a busca pessoal em ambos e nada encontraram. Já no assoalho direito, do carona, estavam meia barra de maconha, duas pedras de crack, pedaços fragmentados e um papelote de cocaína. O adolescente Y. J. S. estava sem os documentos e José Alves, com R$1.222,00. Ainda segundo os policiais, os celulares dos envolvidos não paravam de tocar. Colhidas as primeiras versões, os dois foram conduzidos para a delegacia.

Ao ser interrogado pelo delegado, o menor afirmou que uma mulher de Medeiros Neto teria pedido que ele levasse a droga para São Gabriel da Palha (ES) e que não a conhece; ela teria marcado com o taxista e acertado a viagem. Após ter recebido 500 reais pela viagem, o taxista levaria o adolescente até onde a droga seria entregue e voltariam para Medeiros Neto.

Detido há mais de uma semana e sem advogado até o momento de seu depoimento, o taxista José Alves tem quatro filhos, sendo dois ainda menores de idade. Em sua fala à autoridade policial, ele negou ter visto a droga - não desconfiou do cheiro estranho por não conhecer - e ter qualquer intimidade com o menor.

Ainda afirmou já ter realizado uma viagem solicitada pela mesma pessoa, mas, diferente do que informou o site es1.com.br e REPUBLICADO POR ESTE PORTAL DE NOTÍCIAS, ele não citou ter feito transporte de droga em nenhuma ocasião.

Enquanto trabalhava, ele recebeu uma ligação de um desconhecido para que levasse o menor e combinou o valor de setecentos reais, recebidos no seu ponto de trabalho.

As ligações durante a abordagem seriam para confirmar o local onde deixar o adolescente.

José Alves “Zé Gato” Viana Filho disse ainda nunca ter tido qualquer passagem pela polícia. Não consta contra ele nenhum mandado de prisão em aberto, verificado e confirmado pela Polícia Civil. O menor informou não estar estudando e que já foi apreendido por tráfico de drogas, em Medeiros Neto. Após os procedimentos, ele foi liberado.

O taxista José Alves segue detido no ES à disposição da Justiça.

OPINIÃO DO EDITOR: É de conhecimento na cidade que sua conduta enquanto cidadão nunca feriu os princípios legais, sendo uma pessoa pacífica e dedicada ao trabalho com bastante zelo. Espera-se a apuração dos fatos e que qualquer injustiça possa ser descaracterizada.


Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.